Mesmo fazendo exercícios físicos e seguindo uma dieta, você não consegue se livrar daquelas gordurinhas localizadas? Então o jeito é buscar um procedimento estético que ajude nessa tarefa. Um método que está cada vez ganhando mais adeptos é a hidrolipoclasia, que ajuda a eliminar as células de gordura.
A hidrolipoclasia é feita através de uma injeção com uma solução composta de soro fisiológico com anestésico, bicarbonato de sódio e adrenalina na região que se deseja eliminar a gordura. Combinado com uma sessão de ultrassom no local, a vibração mecânica do aparelho agita e rompe as células de gordura, que são drenadas pelo próprio organismo e expelidas por meio da urina e fezes.
Nesse procedimento, as células de gordura (adipócitos) absorvem o líquido e aumentam de volume, facilitando seu rompimento. Esta “explosão” que acontece nos adipócitos é adquirida através do uso de ultrassom estético sob a pele, pois as ondas ultrassônicas promovem uma vibração que gera abertura na membrana das células de gordura, com consequente rompimento. Esta gordura fica mais dispersa e pronta para ser eliminada do corpo.
Esse não é um método de emagrecimento, sendo indicado para a eliminação de pequenas quantidades de gordura localizada, em pessoas que praticam exercícios com regularidade e têm uma dieta equilibrada, mas que não conseguem acabar com gordurinhas específicas.
As principais áreas do corpo que podem ser submetidas à hidrolipoclasia são abdômen inferior e superior, cintura, região ao redor do umbigo (periumbilical), culotes, região infraglútea, costas, coxas, pernas, braços e embaixo do queixo (submento).
Como cada pessoa responde ao procedimento de uma forma, o tratamento varia de acordo com diversos fatores, inclusive o tipo de tecido adiposo da paciente.
Com informações do Portal Terra.

Fazer pré-agendamento

Newsletter Promoções

Receba em seu e-mail novidades e grandes promoções: